• Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Rua Campos Salles, 405 - Centro | Piracicaba/SP | 

Contato: +55 (19) 99148-6677 (Whatsapp) | contato@nineyards.com.br

© 2019 pela Escola de inglês Nine Yards. Criado com Wix.com

Atualizado: há 5 dias

Oi, tudo bem? Você sabia que muitas expressões não podem ser traduzidas ao pé da letra do inglês para o português?


Em casos de filmes, séries ou qualquer outra coisa que possua texto para ser interpretado, a chance de você deixar passar uma expressão importante é bem grande. Isso seria o mesmo que conversar com um estrangeiro usando todas as gírias informais que você usa com seus amigos. Mesmo que ele entenda português, não tem como preparar o cara antes de soltar um "mano do céu" (a tradução literal seria "bro in the sky", sendo "bro" abreviação de "brother", que é “irmão” em inglês). Um estrangeiro que não esteja preparado para essa gíria, não vai entender o significado.


Por exemplo, no caso de peças de comédia, certas piadas feitas em português só funcionam em português. A mesma ideia serve para o inglês. Se você assistir algo em outro idioma pensando numa tradução literal, é natural que acabe não entendendo tudo que foi falado.


Um exemplo da animação Rick and Morty demonstra isso. Na série, Rick, um cientista louco, e seu neto Morty invadem o sonho de um professor de matemática para o fazer dar notas boas para Morty. No sonho, que se passa em um avião, o professor se torna uma ameaça e coloca Rick e Morty em risco de morte. Rick tenta controlar a situação ao fingir que pode explodir o avião, dizendo: We're gonna nine-eleven it! Essa frase foi traduzida para "Vai ser como o 11 de setembro".



LET'S MASTERCHEF THIS e outras expressões que não podem ser traduzidas literalmente!

A tradução não está necessariamente errada, porque ela está o mais correta possível se você pensar em português. Se Rick tivesse falado "It's gonna be like nine eleven", a tradução "Vai ser como o 11 de setembro" da Netflix seria literal, sem perder nenhum significado. Mas a frase de Rick não foi feita pensando em português, e sim no seu idioma original, o inglês. Então qual seria a diferença da frase original para a tradução da Netflix?


Nas duas traduções Rick ameaça explodir o avião. O que muda é o papel do 11 de setembro na frase: em inglês, “We're gonna nine-eleven it” transforma o 11 de setembro em um verbo. Traduzindo literalmente fica mas fácil de ver isso: “Nós vamos nove de setembrozar esse avião”. Você pode substituir nove de setembrozar por explodir, já que os dois tem o mesmo significado.


Em português, na tradução da Netflix, novamente temos a frase: “Vai ser como o 11 de setembro”. Aqui Rick também diz que vai explodir o avião, mas veja como muda do exemplo anterior. Nessa frase Rick somente afirma para o professor de matemática que o que vai acontecer será parecido com o 11 de setembro.


Vamos para a conclusão de toda essa ideia, então: a piada de Rick existe porque ele fez a ameaça do jeito mas imprevisível possível, não somente comparando o 11 de setembro com o que ele faria, mas transformando o 11 de setembro no VERBO da frase.


Isso pode ser feito em muitas outras situações também, por exemplo: se você quiser falar que vai cozinhar uma lasanha muito boa, ao invés de dizer: “Let’s cook a really good lasagna” (Vamos fazer uma lasanha muito boa), pode ser mais surpreendente e engraçado se falar: “Let’s masterchef this lasagna” (Vamos masterchefizar essa lasanha). Já que o programa Masterchef é uma competição gastronômica de alto nível.


Resumindo: aprender esses jeitos de se expressar no inglês vai te ajudar a entender significados específicos do idioma, e como vimos acima, aplicar eles em outras situações, sejam elas de comédia ou outro gênero.


Por hoje, é isso! Até a próxima!


Rafael O. Bottene - Filmmaker e escritor.

37 visualizaçõesEscreva um comentário
  • Nine Yards

Olá, tudo bem?


Hoje vamos bater um papo sobre Two and a Half Men. Destaquei duas piadas muito bacanas que fazem um jogo de palavras que você só pode curtir na plenitude, se você estiver muito ligado e conhecer bem o inglês.


Trata-se de uma cena na qual a personagem Kandi, esposa de Alan Harper, um dos protagonistas da série, está ensaiando o texto para seu teste de atriz a fim de conseguir um papel em um seriado. Veja o vídeo e depois acompanhe o restante do texto!



Jake: So, when are you gonna be on TV?

Então, quando você vai aparecer na TV?


Ao que Kandi responde:


Kandi: I have to pass the audition first. Let’s not put the cart before the whores.

Eu tenho que passar na audição primeiro. Não vamos colocar a carroça na frente das prostitutas.


Alan: Horse.

Cavalos.


Kandi: Maybe a little. I’ve been rehearsing all day.

Talvez um pouco. Estive ensaiando o dia todo.

O que a personagem Kandi quis dizer foi “não vamos colocar a carroça na frente dos cavalos”, que é a expressão equivalente ao "não vamos colocar a carroça na frente dos bois" em português.


O problema é que a ela pronuncia errado a palavra horse (cavalo). A pronúncia de HORSE é "HÓRS". A personagem Kandi diz "HÓRZ", com Z no final em vez de "S". Acontece que "HÓRZ", com Z, é a pronúncia de WHORES, que significa prostitutas.


O protagonista Alan fica chocado com a pronúncia errada - de “cavalos” para “prostitutas” - e tenta corrigi-la dizendo a pronúncia correta: “HÓRS”. Mas Kandi não entende o que ele quis dizer e responde “Um pouco”, porque "HÓRS", além de ser a pronúncia da palavra cavalo, é a pronúncia da palavra HOARSE, que significa rouco.


Whores (hórz) - prostitutas

Horse (hórs) - cavalo

Hoarse (hórs) - rouco


Por essa razão, Kandi se confunde e pensa que Alan estava afirmando que ela estava rouca.

Para você ter uma boa pronúncia e um bom listening, você precisa, acima de tudo, estudar as regras de pronúncia. Não é todo mundo que tem tempo e aptidão pra perceber esses detalhes de pronúncia por aí.


Outro momento legal de citar nesse episódio é quando Kandi está indo embora da casa de Charlie e Alan pergunta a ela:


Kandi, did you get the divorce papers?

Você recebeu a papelada do divórcio?


Not really, but my lawyer explained them to me.

Não muito, mas o meu advogado os explicou para mim.


Acontece que o verbo To Get, além de significar obter, receber e mais trocentas outras coisas - é um verbo extremamente complexo - também significa “entender”, em algumas situações. E foi essa a confusão.


A pergunta de Alan foi se ela havia recebido os documentos do divórcio e ela interpretou como se ela havia entendido os documentos do divórcio.


Sabe qual é a lição que você, que deseja falar inglês bem, deve tirar disso?


Para você ter uma boa pronúncia e um bom listening, você precisa, acima de tudo, estudar as regras de pronúncia. Não é todo mundo que tem tempo e aptidão para perceber esses detalhes de pronúncia apenas ouvindo inglês por aí. Conhecer as regras de fonética é a garantia de que você terá uma pronúncia impecável.


Se você está assistindo a seriados e filmes com a intenção de aprender mais sobre o idioma, assista com legendas em inglês. Quando acabar, assista de novo e pause em toda legenda, exceto as legendas simples como: “Good morning”, “Thank you”, “Please” etc. E faça pesquisas e traduções sempre pensando no que chamamos de "bom" português, isto é, para as palavras e expressões que utilizamos no dia-a-dia e nos contextos adequados.


Investigar o texto, traduzir as palavras novas, encontrar uma solução em português vai turbinar o seu inglês. Anote tudo e revise sempre!


Peace out!

Mauly Bottene - Tradutor de filmes e Professor de inglês.

Esses dias eu resolvi assistir aquela série nova da Netflix I Am Not Okay With This. A série se aproveita do sentimento de nostalgiados anos 80, assim como It (2017 e 2019) e Stranger Things, outra série original da Netflix, que claramente sabe o que está fazendo. Meu plano era ver Hunters da Amazon Prime para achar algum problema de tradução ou coisa do tipo, mas o primeiro episódio tem uma hora e meia, então...


No primeiro episódio de I Am Not Okay With This, eu achei um exemplo ótimo de comédia na fala original que foi ignorada pela legenda por algum motivo. Eu, sendo uma pessoa que admira a arte de fazer piada, resolvi pegar esse exemplo e explicar por que faz diferença.



A série "I'm not okay with this" ficou em alta na Netflix em sua semana de estreia

A cena é a seguinte: a personagem principal da série, Sidney, chega em casa depois da escola e, ao abrir a porta, deixa claro na sua narração que não está em bons termos com sua mãe. Isso fica evidente quando a mãe pergunta, de longe, se quem chegou em casa era Sidney, que responde do seguinte jeito:


Nope. It’s an axe murderer. Good thing you asked.” (minha tradução: “Não. É um assassino com um machado. Que bom que perguntou.”)


Por momento, vamos ignorar a tradução da Netflix. Existem duas camadas de piada nessa frase curta, algo que me deixou feliz porque até o momento não estava curtindo tanto o episódio. A primeira é que Sidney ironiza o fato que sua mãe resolveu perguntar se era ela, isso porque a família de Sidney é formada apenas pela mãe e o irmão mais novo, que já estava em casa.


Então, é óbvio que só poderia ser Sidney chegando em casa. Para fazer pouco caso com a pergunta da sua mãe, ela diz que é um assassino com um machado (axe = machado/ murderer = assassino).


Sidney poderia ter falado qualquer coisa além de “assassino com um machado” desde que fosse um exemplo específico e a piada faria efeito. Por exemplo:


Nope. It’s your lost uncle Abraham that fought in the second world war.” (Não. É seu tio Abraão desaparecido que lutou na segunda guerra mundial)


"Nope. It’s the president of Algeria.” (Não. É o presidente da Argélia)


Ambos os exemplos acima usam de um elemento fundamental da comédia que é “ser específico”. Quanto mais específico você for, maior a chance da pessoa ouvindo se surpreender com o tanto de informação falada. No exemplo 2, eu usei só “Presidente da Argélia”, já no 1 eu peguei mais pesado e falei de um tio perdido, dei um nome específico, dei o detalhe de que lutou numa guerra, e eu ainda especifiquei qual guerra foi.


A comédia vem do inesperado, nesse caso. A sugestão de quem é que chegou em casa é tão absurda que a resposta natural é rir.


No caso da fala de Sidney, existe uma segunda piada que acompanha a primeira de ela ser um assassino com um machado. “Good thing you asked” é o que ela fala. Isso é cômico porque se Sidney realmente fosse um assassino com um machado, não ia adiantar nada a mãe dela perguntar quem era. Como se o assassino avisando que era ele fosse salvar a mãe do perigo. Sidney está chamando sua mãe de idiota, basicamente.


Agora a tradução da Netflix: “Não. É um assassino. Ainda bem que perguntou.”


Como você pode ver, é quase igual. “Ainda bem que perguntou” é a mesma coisa que “Good thing you asked” e Sidney ainda diz ser alguém perigoso. Mas… só dizer “assassino” fica muito genérico. No momento que você acrescenta que ele é um assassino com um machado, a piada é: “por que ele tem um machado? Que diferença faz?” E isso, senhoras e senhores, é comédia.

Não é necessário que o assassino tenha um machado para ser perigoso, mas Sidney escolhe especificar a arma do assassino mesmo assim. Mas por que a Netflix tirou isso da legenda se é importante para fala de Sidney?


Pode ser que quem traduziu não percebeu a palavra “axe”. Talvez essa pessoa tenha achado que não fazia diferença nenhuma. Ou pode ser que escrever “assassino com um machado” deixasse a legenda muito grande e dificultasse a leitura no tempo da cena.


Independente do motivo, eu queria escrever sobre isso porque são as pequenas coisas que mais importam na comédia e quando você vai assistir um filme, série, ler um livro ou seja lá o que for, é interessante lembrar que talvez coisas importantes tenham sido ignoradas na tradução.


Mesmo se não for comédia, você conseguindo entender inglês vai poder driblar a tradução e ir direto para o texto original e nada será perdido! Igual o tio Abraão da mãe de Sidney.


Até a próxima!


Rafael O. Bottene - Filmmaker e escritor.

32 visualizaçõesEscreva um comentário
Receba mais dicas de inglês e novidades da escola em seu e-mail!