Buscar
  • Nine Yards - Especialistas em Inglês

Cave-Like, Cave-Dislike?

Voltamos para Community. Sim, a sitcom ainda tem muitos outros (bons!) exemplos para nós aprendermos inglês. No especial de natal da segunda temporada, um dos integrantes do grupo de estudos, Abed, tem um surto psicótico e começa a fantasiar que todos, inclusive ele, são feitos de massinha. O personagem chega à conclusão que é preciso encontrar o “significado do natal” para, dessa forma, voltar ao normal. O psicólogo da faculdade, Ian Duncan, propõe uma terapia em grupo, com o claro objetivo de publicar um artigo e ganhar reconhecimento acadêmico.

Nesse mundo fantasioso, eles adentram no “Planeta Abed” e chegam até uma caverna de gelo, onde acontece o seguinte diálogo:

Troy:

Man, it is cave-like in here.

Rapaz, isso parece uma caverna!

Pierce:

What do you mean cave-like? It’s a cave.

Como assim “parece”? É uma caverna.

To like”, mais conhecido como o verbo “gostar”, pode parecer estranho nessa frase. Cave-like teria sua tradução para “Gostar-Caverna” ou “Caverna-Gostar”? Bom, vendo a tradução da frase fica na cara que esse não é o caso. “Like” pode ser usado como “tipo” ou “igual à”.

I went to the store, and like, I didn’t find the thing.

“Eu fui lá na loja, e tipo, não achei o negócio.”

Neste caso, usamos “like” para nos referir a algo que se parece com outra coisa. Portanto, se você vir um inseto no quintal da sua casa e ele tiver aquela cara de alienígena, que costuma acontecer porque insetos são estranhos, você pode falar:

This bug is alien-like/alienlike, dude.

Esse inseto tem cara de alienígena, cara.

Ou talvez tenha um armário rústico peculiar na casa de um amigo seu, e você diz:

That closet is very fantasy-like.

Aquele armário parece que saiu de uma história de fantasia.

Outros exemplos:

Human-like

Dog-like

City-like

Planet-like

No caso do diálogo apresentado, Troy disse que a caverna de gelo era cave-like, e assim, é claro que ela tem características de caverna… é uma caverna mesmo. É isso que Pierce comenta em seguida. A frase de Troy foi redundante. Ela teria funcionado se eles estivessem em um lugar que não fosse uma caverna, e sim lembrasse uma. Por exemplo, um forte de almofadas!

A dica que damos é: lembre-se que essa expressão com “-like” só serve para quando a coisa não é de fato aquilo que se descreve, mas tem aspectos semelhantes.

O trocadilho do título foi apenas para fazer uma brincadeira, ok? Não use “Cave-dislike” (“desgostar”) por aí, hein?! Até a próxima!

Rafael O. Bottene

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Rua Campos Salles, 405 - Centro

Piracicaba/SP 

 

+55 (19) 99148-6677 (Whatsapp)

contato@nineyards.com.br

  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTATO